Nova Zelândia entra em lockdown após um caso de Covid-19

A Nova Zelândia vai entrar em um lockdown nacional de três dias por causa da descoberta de um caso do coronavírus Sars-CoV-2 em Auckland, cidade mais populosa do país, na terça-feira (17). Esse é o primeiro relato de transmissão interna do vírus no arquipélago desde 28 de fevereiro, ou seja, em quase seis meses. O infectado é um homem de 58 anos.
“Já vimos em outros lugares o que pode acontecer se não controlamos a situação”, afirmou a primeira-ministra Jacinda Ardern em um pronunciamento à nação. A suspeita do governo neozelandês é de que o caso descoberto em Auckland esteja ligado à variante Delta, que já tem provocado um surto de contágios na vizinha Austrália.
“É melhor sermos cautelosos e depois sair quando estivermos confortáveis do que começar devagar e depois ficar nessa fase [do lockdown] por muito, muito mais tempo”, acrescentou Ardern. O isolamento começa já na noite desta terça-feira, mas em Auckland e na vizinha Coromandel vai durar pelo menos uma semana.
A Nova Zelândia é elogiada mundialmente por sua gestão da Covid-19 e contabiliza até o momento apenas 26 mortes, tendo uma população de pouco menos de 5 milhões de pessoas. Para alcançar esse objetivo, o país manteve suas fronteiras internacionais fechadas durante toda a pandemia e continuará assim até 2022. Por outro lado, passou mais de um ano sem lockdown nacional e sem restrições a atividades sociais.
Já a vacinação caminha a passos lentos: apenas 24% da população está totalmente imunizada contra a Covid, mas Ardern promete garantir doses para todas as faixas etárias vacináveis até o fim do ano.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário