Leila Pereira anuncia candidatura à presidência do Palmeiras

Empresária é responsável pela Faculdade das Américas e pela Crefisa, principais patrocinadoras do clube

Favorita para vencer as eleições presidenciais do Palmeiras, a empresária Leila Pereira anunciou oficialmente sua candidatura ao cargo. Se vencer, ela ocupará as funções de presidente e patrocinadora do clube, dado que é responsável, também, pela Crefisa e pela Faculdade das Américas.
– Olá, pessoal. Daqui a pouco, estarei com alguns companheiros e anunciaremos oficialmente a minha candidatura à presidência da Sociedade Esportiva Palmeiras. Eu sei que é uma responsabilidade muito grande, mas estou preparada para fazer o melhor pelo nosso clube. Juntos pela mesma paixão – disse.
A chapa que concorrerá com a empresária, no entanto, ainda não foi anunciada. Serão necessários quatro nomes para a vice-presidência, que devem ser divulgados ainda nesta segunda-feira (16). Atualmente, Paulo Buosi, Alexandre Zanotta, José Caliari e Décio Perin ocupam esta função.
Desde 2015, quando assumiu o posto de patrocinadora máster do Palmeiras, por meio de suas empresas, Crefisa e FAM, Leila Pereira vem se fortalecendo exponencialmente como o principal nome político do Verdão. Sua base de aliados vem pavimentando o caminho através do aumento de mandato presidencial para três anos e sua nomeação como conselheira.
Segue o impasse sobre quem enfrentará a favorita à cadeira do Palmeiras, mas a tendência é que Savério Orlandi represente a oposição. Ele foi diretor de futebol na gestão de Affonso Della Monica e também foi membro do Conselho de Orientação e Fiscalização (COF). Antes, Luiz Pastore (MDB), que é suplente do Senado Federal pelo Espírito Santo, foi ventilado como possível candidato, mas não avançou na função.
Para uma terceira via, que tende a ser meramente protocolar, o nome de Paulo Jussio, de 40 anos, aparece como uma possibilidade plausível. Ele foi diretor nas gestões de Paulo Nobre e Maurício Galiotte e está no Conselho Deliberativo desde 2013. Ainda assim, não há qualquer movimento de oficialização a respeito dessa possível chapa para as eleições.
Quando definidas, as chapas precisarão de aprovação em uma votação no filtro do Conselho. As candidaturas aprovadas por 15% do Órgão estarão habilitadas a participar da Assembleia composta pelos sócios do Verdão. Esse encontro será responsável por definir o novo presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário