Homem é preso em Itabela acusado de fraudar dados de agricultores de Itabuna e Ilhéus


A Polícia Civil prendeu em flagrante, na segunda-feira (2), em Itabela, no extremo-sul da Bahia, um homem acusado de utilizar, indevidamente, nomes de produtores rurais de Itabuna, Ilhéus, Santa Luzia, no sul do estado; em Eunápolis, Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, no extremo-sul, e Vitória da Conquista, no sudoeste, para ganhar licitações em municípios.
De acordo com as investigações da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior em Eunápolis ((Coorpin), o suspeito identificado com o Ubiratan Brito Rosa de Souza, o “Bira Rosa”, de 50 anos, que montou uma cooperativa que supostamente representaria estes produtores, aplicava o golpe desde 2013, mas as denúncias à Polícia Civil começaram a ser feitas há dois meses. As informações são do blog Pimenta.
A polícia informou que a cooperativa tinha sede em Eunápolis, mas tinha como falsos representados agricultores em três regiões do estado. Usando os dados das vítimas, o homem participava de processos licitatórios para o fornecimento de merenda escolar no interior da Bahia.
Segundo a polícia, como, em tese, eram os produtores que estavam fornecendo os alimentos aos municípios, eles ficavam impedidos de fornecer seus produtos para o programa. Além disso, tinham seus benefícios – a exemplo do Bolsa Família – bloqueados.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário