Grávida, Andressa Urach perde processo contra a Igreja Universal: ‘não esperava’


A modelo Andressa Urach revelou estar grávida e contou que levou um choque ao descobrir a gestação na véspera do Dia dos Pais.”Desconfiei que estivesse grávida justamente por enjoar muito com perfume, cheiro de comida e até pegar no celular. Estou passando muito mal porque nada para no meu estômago”, contou.
Esta é a segunda gestação de Urach, que tornou-se mãe há 16 anos e também teve dificuldades durante a gravidez de seu filho Arthur. “Foi uma surpresa. Por mais que nós estivéssemos desejando e tentando, nós não esperávamos. Não sei dizer ao certo qual foi a sensação, só sei que é maravilhoso. Foi um susto porque eu achava que iria demorar mais tempo. Todos os meses, quando a menstruação atrasa, eu achava que estava grávida e quando ela descia, eu ficava muito triste. Agora que deu positivo, nós estamos felizes. Muito, muito e muito”, continuou a modelo.

Thank you for watching

Urach disse que ela e o marido Thiago Lopes estão ansiosos para a chegada do bebê: “Eu queria gêmeos, mas não tenho ninguém da família com gravidez gemelar. Eu ia amar dois de uma vez. Com relação aos nomes, nós ainda não decidimos. Achamos que tínhamos decidido, mas agora que realmente existe o bebê na barriga, nós vimos que não e vamos pensar um pouco mais. Independente de ser menino ou menina, o neném já é bem-vindo, muito amado e desejado”.
Mas nem tudo é felicidade na vida da ex-Miss bumbum Andressa Urach, que entrou com um processo contra a Igreja Universal, em novembro de 2020, e teve um pedido liminar indeferido pela Justiça do Rio Grande do Sul.
No processo, Urach exigia que a igreja fosse obrigada, através de liminar, a depositar cerca de 15% do seu faturamento , limitado a R$ 12 mil por mês para Urach, enquanto a ação principal não fosse julgada. Porém, a 13ª Vara Cível de Porto Alegre, que analisou ocaso, entendeu que “para fins de concessão da medida cautelar requerida, é necessário que haja elementos que evidenciem a probabilidade do direito e o perigo na demora da prestação jurisdicional. A medida deve serindeferida”, destaca trecho da decisão.
“Dessa forma, descabe a medida cautelar pretendida pela parte autora (Andressa), que consiste em espécie de ‘pensão’ em valor equivalente aos seus rendimentos mensais postulada em face da parte ré (Universal). Isso porquea discussão acerca da validade dos negócios jurídicos celebrados com a parte ré demanda a regular dilação probatória (aumento do prazo para produção de novas provas) e o exercício do contraditório mormenteem face da ausência, inclusive, de indicação e impugnação específica de cada doação reputada nula pela parte autora”, relata.
A modelo alega que fez doações que chegam a R$ 2 milhões para a igreja e quer o dinheiro de volta. Além disso, Andressa Urach relata perdas financeiras também por ter sido demitida pela TV Record após deixar a igreja. (Metro)

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário