CoronaVac começa a ser comercializada diretamente com os estados a partir de setembro

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse que a partir de setembro começará a venda direta de doses da CoronaVac com os estados. Em entrevista ao Metrópoles, o gestor ainda afirmou que com o fim do contrato com o Ministério da Saúde, a instituição retomará as negociações para exportar o imunizante.
Segundo Covas, já existem alguns estados interessados em firmar contrato com o Butantan, mas que até o momento, apenas o Ceará já tem um acordo sem o intermédio do Plano Nacional de Imunização (PNI). O contrato prevê a entrega de três milhões de doses.
Entre os primeiros países interessados em comprar a CoronaVac estão: Argentina, Bolívia e Peru. “Como nós tínhamos a prioridade de entregar as vacinas aqui no Brasil, esses contratos ficaram em suspenso. Agora, podemos retomá-los a partir da finalização do contrato com o Ministério da Saúde”, destacou Covas.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário