Cerpat recebe equipamentos e material publicitário para controle da Sífilis

O Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães deu um importante passo nesta quinta-feira, 19, para implantação do serviço de captação de doadores de sangue em parceria com a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna (SCMI). Na oportunidade, também foi lançada uma campanha para doação de sangue entre os servidores da unidade hospitalar.
Pela manhã, um grupo de servidores da unidade hospitalar participou de uma capacitação intitulada “Estratégias para mobilização de doadores de sangue no HBLEM”. Os captadores do Banco de Sangue da SCMI Rosildo Ribeiro e Adelson Bispo fizeram a apresentação do tema. Qualquer doador pode procurar o setor do Hospital de Base ou se dirigir ao Banco de Sangue no anexo do Hospital Calixto Midlej Filho, de segunda a sexta das 7 às 17 e aos sábados das 7 ao meio-dia.
A presidente da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), Fernanda Cândido Ludgero, explica que a capacitação oferecida aos enfermeiros, técnicos e chefes de departamento tem a finalidade de orientar esses profissionais sobre o processo de captação e de abordagem de potenciais doadores de sangue.
“O Hospital de Base passa a ter um profissional responsável pelo serviço de captação de doadores, que também contará com o apoio de todos os servidores, oferecendo um importante suporte ao Banco de Sangue da Santa Casa de Itabuna”, explica Fernanda Ludgero. Ela ainda informa que a captação de doadores no âmbito interno e externo do hospital será por meio de uma abordagem técnica e humanizada.
“A sensibilização interna será com os familiares dos pacientes internados na unidade, enquanto externamente junto aos municípios circunvizinhos. É importante ressaltar que haverá toda uma estrutura de transporte para as pessoas que se disponibilizarem a doação de sangue, que serão levadas ao Banco de Sangue da Santa Casa, onde lá receberão também alimentação”, diz a presidente da FASI.
O captador Rosildo Ribeiro ressalta que a parceria com o Hospital de Base trará resultados positivos para a população, principalmente neste período de pandemia em que o Banco de Sangue sofreu queda significativa no volume de doações. “Estamos muito felizes porque nosso trabalho de captação de doadores receberá um reforço significativo”, afirmou.
Um apelo social destinado aos doadores também é feito por Adelson Bispo que traz alguns dados sobre as necessidades da unidade. “No início da pandemia houve queda de 60% do volume de doações. Agora houve uma pequena melhora. Mas, mesmo assim, o Banco de Sangue ainda tem déficit, já que a queda no volume de doações está em torno de 40%”, informa.
A enfermeira Carmen Aialla, responsável pelo serviço de captação de doadores de sangue no Hospital de Base, ressalta que esta missão tem um cunho de sensibilização e desmistificação de informações. Algumas pessoas ainda têm medo ou receio de doar sangue.
“O nosso trabalho passará pela técnica, munindo os potenciais doadores de todas as informações necessárias sobre o processo de doação de sangue, bem como sensibilizando-os sobre a importância de que um pequeno gesto seja capaz de salvar vidas”, finaliza.

Ascom - Prefeitura de Itabuna

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário