Secretário Nacional de Saneamento garante recursos para revitalizar o Rio Cachoeira

Augusto Castro aponta para o secretário Nacional de Saneamento, Pedro Maranhão, o Rio Cachoeira que corta Itabuna

A Bacia do Rio Cachoeira está sendo foco de um projeto para a sua despoluição, elaborado pela Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa). Nesta quinta-feira, dia 15, o secretário Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional, Pedro Maranhão, chegou a Itabuna para conhecer e afirmou que há recursos disponíveis para a 1ª etapa do projeto.
Maranhão foi recebido pelo prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), que esteva acompanhado do presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho, e do secretário de Infraestrutura e Urbanismo, Almir Melo Jr. O titular da Secretaria Nacional de Saneamento do MDR observou as precárias condições ambientais do Rio Cachoeira da Ponte Lacerda, que liga o centro da cidade ao São Caetano.
“Nós temos um problema antigo que é a poluição nesse rio, o que muito nos preocupa. Hoje, apresentamos o projeto para recuperá-lo. Num segundo momento, pretendemos abrir uma nova avenida ligando esta parte da cidade à rodovia BR-101, passando pela Rua da Bananeira”, disse o prefeito.
Augusto Castro comentou ainda que a despoluição do Cachoeira é um dos pontos do Programa de Governo que está em andamento. Ele reafirmou que o Meio Ambiente é uma de suas bandeiras, ao lado da Saúde, Assistência Social, Educação e Infraestrutura Urbana, e lembrou que os temas foram objeto da campanha política.
O presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho, disse que o projeto está em fase de conclusão. “Nosso objetivo é captar o esgoto, antes ser lançado no rio. Por isso, pretendemos instalar vários pontos de captação a seco”, uma tecnologia moderna já experimentada em outros municípios brasileiros.
O secretário Nacional de Saneamento, Pedro Maranhão, disse que está visitando outras cidades para conhecer a realidade ambiental. Segundo ele, o Ministério de Desenvolvimento Regional dispõe de recursos para obras de infraestrutura.
“Pelo que vejo, é um rio bonito que precisa de cuidados para que a qualidade de vida da população seja melhorada”, avaliou o secretário. Maranhão ficou sabendo que a Bacia do Cachoeira integra a Bacia Leste que engloba 23 municípios, dos quais 12 são banhados pelo rio que sofre com o lançamento de dejetos.
Antes de chegar a Itabuna, ele também conheceu o aterro sanitário certificado pelos órgãos ambientais para onde são destinados os resíduos sólidos de Itabuna e de outros municípios regionais na rodovia BR-415, entre Ilhéus e Itabuna.

ASCOM - Prefeitura de Itabuna - Foto: Roberto Santos

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário