Secretaria Municipal de Saúde garante: vacinas fora da validade não foram em Itabuna


A Rede de Frio da Secretaria Municipal de Saúde reafirma que vacinas fora da validade não foram aplicadas em Itabuna. Depois de minucioso levantamento ficou constatou que todos os lotes do imunizante Oxford-Astrazenica que chegaram a cidade estavam com datas dentro do prazo e foram aplicadas na validade.
Na sexta-feira passada, dia 2, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) esclarece que não houve aplicação de vacinas contra a Covid-19 com data de validade vencida no Estado.
A coordenadora da Rede de Frio, Camila Brito, ressalta que o sistema de informação implantado para o registro exclusivo da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, já foi atualizado por diversas vezes pelo Ministério da Saúde, por causa de inconsistências registradas em todo o País.
“O sistema está vinculado ao banco de dados do e-SUS, o que impossibilita a correção de qualquer digitação errada ou equivocada pelo profissional responsável”, diz. Além disso, existem instabilidades do sistema, a exemplo de data de validade equivocada, registro de laboratórios diferentes para doses aplicadas na mesma pessoa, duplicidade de cadastro de doses, o que pode induzir a erro.
Segundo a coordenadora da Rede de Frio, todas as doses da vacina Oxford-Astrazenica que Itabuna recebeu entre 24 de janeiro e 18 de março, o vencimento do imunizante estava previsto para 14 de abril passado.
O lote de número 4120Z005, nota fiscal nº 9066264, com 1.800 doses, recebido em 24 de janeiro desse ano, foi distribuído um dia depois quando começou a ser utilizado pelo pessoal da Vigilância Epidemiológica de Itabuna.
No dia 26, foram vacinados idosos asilados e trabalhadores da saúde (médicos da Atenção Básica e Cerpat). Já no dia 27, receberam doses da vacina, os profissionais da Farmácia Municipal, Hospital de Base, Samu e UPA 24 Horas.
No dia 28 de janeiro, receberam a imunização os servidores dos hospitais da Santa Casa de Misericórdia e Agentes Comunitários de Saúde e no dia 29, foram vacinados os trabalhadores da rede de saúde privada.
Em 3 de fevereiro, a cidade recebeu o lote nº 4120Z005, com nota fiscal nº 9128341, com 20 doses, que foi distribuído e aplicado no mesmo dia nos trabalhadores da saúde do Núcleo Regional Sul (NR-SUL). Já o lote 4120Z005, com nota fiscal nº 9138414, contendo 20 doses, chegaram no dia 5 e foram utilizadas no mesmo dia com os demais profissionais do NR-SUL.
No dia 9, chegaram 380 doses, do lote nº 4120Z005, da nota fiscal nº 9163461, que foram distribuídas no mesmo dia em que foi iniciada a vacinação com idosos de 90 anos. No dia 16, o lote nº 4120Z005, da nota fiscal nº 9371269, com 10 doses foram recebidas e aplicadas nos trabalhadores da NR-SUL. Fato repedido no dia 18/3, com o lote nº 4120Z005, nota fiscal nº 9389595, com 30 doses, que contemplaram os servidores do NR-SUL.
Por último no dia 26 de março, a Rede de Frio recebeu 2.360 doses, do lote CTMAV506, nota fiscal nº 2660086, com data de vencimento para 31 de maio de 2022. Foram utilizadas em 30/3, nas Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Saúde da Família e a também em drive-thru com idosos de 60 anos acima.
Camila Brito lembra que existe o compromisso e responsabilidade técnica de todo o pessoal envolvido na tarefa de vacinação da população contra a Covid-19. “O trabalho realizado pela equipe da vacinação, assim como os demais colegas da saúde, mostra a de

ASCOM - Prefeitura de Itabuna

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário