Oposição a Bolsonaro volta às ruas com esquemas para atrair partidos além da esquerda e evitar violência

Na avenida Paulista, legendas que se declaram de centro e buscam se descolar do PT terão um caminhão de som próprio

Joelmir Tavares - FolhaPress

A quarta rodada de manifestações nacionais contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), marcada para este sábado (24), pretende reunir mais representantes de partidos de fora da esquerda e diversificar o público no momento em que a pressão pelo impeachment sofre reveses.
Na avenida Paulista, legendas que se declaram de centro e buscam se descolar do PT terão um caminhão de som próprio. Com isso, buscam atrair manifestantes contrários ao presidente que não querem ser carimbados por Bolsonaro como esquerdistas ou apoiadores do ex-presidente Lula.
A saída da passeata, cujo trajeto passa pela rua da Consolação e termina na praça Roosevelt, foi antecipada para tentar evitar a ação de grupos que promoveram vandalismo em edições anteriores. Desta vez, a caminhada sairá às 16h30, com o objetivo de que tudo se encerre no início da noite.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário