Moradora de Ipiaú completou 112 anos e tem expectativa de viver mais


Viver 100 anos é privilégio de poucas pessoas nesse mundão de Deus. Ultrapassar esta marca torna-se cada vez mais raro nesses tempos de pandemia e medo. Esticar uma década a mais que um século é algo quase impossível. Dona Izabel Nunes da Silva, a popular Didi, avó da radialista Neide Pereira, é detentora desta proeza. Ela se diz feliz e celebra a dadiva de tamanha longevidade.
No último de 2 de julho, data da Independência da Bahia, completou 112 anos de idade, embora em seus documentos conste que tenha nascido no dia 28 de julho de 1909. Isto lhe coloca entre as mulheres mais idosas da região e provavelmente do estado. Quem lhe vê não acredita que tenha chegado a tanto.
Magrinha, olhar astuto, lembrando de quase tudo, preservando o bom humor e gozando de boa saúde, “Didi” aparenta ser bem mais nova. Mantém hábitos saudáveis, dorme e acorda bem cedo, faz suas orações e não dispensa o feijão com arroz. Mastiga devagarinho com os poucos dentes que lhe restam.
Natural de Jequié, possivelmente da zona rural do município, ela foi casada, durante muitos anos, com o estufeiro Patrocínio Francisco Reis, seu grande amor e amigo. Dessa união nasceram seis filhos, quatro dos quais estão vivos, sendo que o mais novo já está com 73 anos. A sua descendência se estende por 24 netos, 50 bisnetos e 19 tataranetos. Outros estão por nascer.
Antes de residir em Ipiaú, na Rua Noé Bonfim, proximidades do Hospital do Estado (HGI), Didi morou em Itaibó e por várias décadas trabalhou na lavoura do cacau e café. A vida na roça lhe ensinou a resistir e perseverar. Labutou muito para criar os filhos. Superou dificuldades, sobreviveu, venceu. Didi gosta de ouvir o programa “A Hora da Verdade”, na Ipiaú FM , dando muitas gaitadas com as presepadas de sua neta Neide Pereira, aquela da “pulseira de prata”, que divide o horário com Marcelo Silva e o “Véi Chole”. O bom humor pode ser um dos segredos da longevidade de dona Izabel , cuja expectativa de vida é de ir bem mais adiante. (José Américo Castro).

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário