Itabuna volta a registrar festas e eventos clandestinos com aglomeração de pessoas e forças policiais são acionadas

Alguns itabunenses não perceberam a gravidade da pandemia ou se perceberam, não mais seguem as orientações sanitárias das autoridades públicas de saúde. A Polícia Militar vem sendo constantemente acionada através do Centro Integrado de Comunicações (Cicom) e mais da metade das ocorrências são direcionadas a agir contra a prática de som abusivo. As ações policiais acontecem nos condomínios e residências comuns.
São jovens utilizando drogas, álcool, com caixas de som ou veículos com paredões. Exemplo disso é o condomínio Pedro Fontes I que virou referência e local de festa noturna no município, pessoas até de outra cidade se deslocam para "curtir" a madrugada.
Outro ponto bastante peculiar é o condomínio Itapuã, no bairro Jorge Amado, onde sempre há disputa de paredões e quando há uma intervenção pela polícia militar, os moradores arremessam latas de cervejas nas equipes policiais.
O Ministério Público estadual tem de interferir junto a esses condomínios, responsabilizando a diretoria e seus diretores, solicitando ao judiciário multa diária quando houver descumprimento de ordem judicial. Essa madrugada, vários veículos foram apreendidos e pessoas foram conduzidas para a delegacia local por infringirem a Lei de Contravenções Penais, o Código de Trânsito Brasileiro e os Decretos Estadual e Municipal. 

Do Verdinho Itabuna

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário