ITABELA E PORTO SEGURO JÁ REGISTRAM 51 CASOS DE MALÁRIA


Itabela enfrenta surto de malária

Subiu para 51 o número de casos confirmados de malária no extremo-sul da Bahia. São 49 infectados no município de Itabela e outros dois em Porto Seguro. Duas pessoas chegaram a ser internadas, mas apresentaram melhoras e receberam alta médica. Os demais infectados tiveram os sintomas leves da doença.
Os primeiros casos de malária no extremo sul foram registrados no Assentamento Margarida Alves, em Itabela. A suspeita é que o vírus tenha sido transmitido por um homem, de Manaus, no Amazonas. Ele testou positivo dias depois de visitar parentes na zona rural do município, segundo a Vigilância Epidemiológica de Itabela.
Técnicos do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde da Bahia estão nos municípios fazendo levantamento sobre o vetor. Eles estão realizando treinamento para o manejo clínico dos pacientes, além de reconhecimento geográfico e delimitação da área de risco, tem realizado busca ativa de casos suspeitos e tratamento supervisionado.
A malária é causada pela picada de fêmeas do mosquito Anopheles, infectado pelo protozoário Plasmodium. Os sintomas da doença são febre alta, calafrios, tremores, sudorese e dor de cabeça, conforme o Ministério da Saúde. Há casos de infectados que sentem náuseas, vômitos, cansaço e falta de apetite.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário