Homem que confessou agredir ex-companheira em vídeo é detido por mandado de prisão preventiva na BA



Saulo de Tarso foi localizado depois que o vídeo viralizou nas redes sociais. Nas imagens, ele diz que empurrou a vítima depois de acessar o aplicativo de mensagens no celular dela. Para a polícia, a vítima contou que eles chegaram a conviver por cinco meses.
As agressões aconteceram em Jaguaripe. A vítima conseguiu fugir do local e foi até a cidade de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, onde registrou a ocorrência, no dia 9 de julho. O crime não foi registrado na cidade de origem, porque o agressor tem influência em Jaguaripe.
Já na delegacia, ela fez os exames físicos, prestou depoimento e apresentou as filmagens. No local, a polícia instaurou o inquérito e solicitou os pedidos de medida protetiva e prisão preventiva.
O agressor foi levado para a 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), em Santo Antônio de Jesus, e será transferido para Salvador. Ele prestará depoimento e depois será transferido para o sistema prisional. As informações são do G1-BA.
Nas imagens gravadas, Saulo confessa toda a agressão e expõe a vítima machucada. Apesar dela ser ex-companheira dele, o agressor afirma que ela é "mulher dele".
"Eu estou aqui pra assumir qualquer coisa que eu fizer porque o homem, ele é homem. Quando o homem se dedica a uma mulher, ama, faz de tudo por ela e a mulher fica com 'conversinha' com outro homem, em whatsapp, celular, por causa de um comportamento estranho. A mulher casada é mulher casada. Empurrei a cabeça dela. A cabeça dela bateu na parede. Não tive a intenção de 'rumar' a cabeça dela na parede, mas bateu, bateu", confessou no vídeo.
Além de assumir a agressão praticada contra a ex-companheira, Saulo diz que não se preocupa com a a publicação do vídeo e diz que a mulher pode até mostrar o vídeo para a polícia.
"Se ela quiser mostrar esse vídeo [à polícia], fazer exame, alguma coisa e quiser recorrer, eu quero que ela diga toda a verdade, como é que ela está se comportando como mulher casada. Aí depois, eu estou aqui para assumir qualquer coisa, sair na mão, trocar bala, ir preso", completa o homem.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário