F1 – Verstappen estende domínio com mais uma vitória na Áustria

Max Verstappen confirmou o favoritismo e garantiu sua terceira vitória consecutiva na temporada 2021 da Fórmula 1 no GP da Áustria.

Largando bem da pole, Verstappen foi intocável ao longo da corrida. Sua vantagem era tão grande que a Red Bull pôde chamá-lo para um pit-stop a 10 voltas do final para garantir o ponto de bônus pela volta mais rápida ao holandês.
Apesar de tudo ter sido tranquilo para Verstappen na frente, as coisas foram um pouco mais caóticas atrás dele. Valtteri Bottas chegou em segundo depois de largar em quinto, beneficiado pelos problemas de Sergio Perez e de seu companheiro Lewis Hamilton.
Lando Norris terminou em terceiro, garantindo o lugar no pódio depois de ultrapassar Hamilton na metade da prova.
Não houve alterações nos cinco primeiros na volta inaugural, mas um incidente mais atrás danificou a roda dianteira direita de Esteban Ocon e provocou a entrada do safety car.
Na relargada, Perez tentou passar Norris por fora na curva 4, mas foi espremido, saiu da pista e caiu para 10º. A investigação dos comissários rendeu uma punição de cinco segundos para Norris, que ele cumpriu em seu pit-stop.
Hamilton subiu para terceiro depois de passar Bottas e partiu para cima de Norris para superá-lo na curva 4. Após as paradas, Verstappen tinha uma vantagem de 20 segundos sobre Hamilton, Bottas e Norris, mas o ritmo de Hamilton com o pneu duro não era bom.
Com suspeita de danos, Hamilton foi alcançado por seu companheiro de equipe e pela McLaren. A Mercedes instruiu os pilotos a trocarem de posição e Bottas passou antes de Norris também deixar seu compatriota para trás na curva 6.
Hamilton parou pela segunda vez logo após ser ultrapassado por Norris, colocando outro jogo de pneus duros para ir até a bandeira quadriculada, e teve de se contentar com uma discreta quarta colocação.
Perez se recuperou de seus problemas iniciais para terminar em quinto na pista, mas recebeu duas punições separadas por ter empurrado Charles Leclerc para fora. O primeiro incidente foi uma repetição do ocorrido entre ele e Norris, desta vez com o mexicano na posição contrária. Leclerc tentou por fora na curva 6 logo em seguida e mais uma vez foi espremido, com Perez tomando outra punição.
Com os 10 segundos adicionados ao seu tempo, Perez perdeu um lugar para Carlos Sainz. Largando com o pneu duro, o espanhol usou uma estratégia de um pit-stop e ultrapassou Daniel Ricciardo na volta 70 para se colocar dentro da janela de tempo para ganhar a posição de Perez.
Leclerc terminou em oitavo, furioso por causa das duas tentativas de ultrapassagem frustradas sobre Perez, seguido por Pierre Gasly em nono. Fernando Alonso marcou o último ponto, passando George Russell nas últimas voltas.
Atrás da Williams, houve um acidente estranho na última volta entre Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen na curva 5. A colisão será investigada pelos comissários.

Classificação da prova:

Pos. Piloto Equipe Voltas Tempo/dif.
1 Max Verstappen Red Bull Honda 71 1:23:54.543
2 Valtteri Bottas Mercedes 71 +17.973s
3 Lando Norris McLaren Mercedes 71 +20.019s
4 Lewis Hamilton Mercedes 71 +46.452s
5 Carlos Sainz Ferrari 71 +57.144s
6 Sergio Perez Red Bull Honda 71 +57.915s
7 Daniel Ricciardo McLaren Mercedes 71 +60.395s
8 Charles Leclerc Ferrari 71 +61.195s
9 Pierre Gasly Alpha Tauri Honda 71 +61.844s
10 Fernando Alonso Alpine Renault 70 1 volta
11 George Russell Williams Mercedes 70 1 volta
12 Yuki Tsunoda Alpha Tauri Honda 70 1 volta
13 Lance Stroll Aston Martin Mercedes 70 1 volta
14 Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari 70 1 volta
15 Nicholas Latifi Williams Mercedes 70 1 volta
16 Kimi Raikkonen Alfa Romeo Ferrari 70 1 volta
17 Sebastian Vettel Aston Martin Mercedes 69 abandono
18 Mick Schumacher Haas Ferrari 69 2 voltas
19 Nikita Mazepin Haas Ferrari 69 2 voltas
20 Esteban Ocon Alpine Renault 0 abandono

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário