EM ITABUNA, PROTESTO CONTRA BOLSONARO TEM CAIXÃO E PEDIDO DE IMPEACHMENT

Protesto teve caixão para lembrar as mais de 520 mil mortes por covid-19 || Foto Adriana Vieira/Pimenta

Estudantes, professores e integrantes de movimentos sociais participaram de manifestação contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, em Itabuna, no final da manhã deste sábado (3). Os manifestantes se concentraram no Jardim do Ó e seguiram em passeata pela Avenida do Cinquentenário, com cartazes e faixas em que denunciavam descaso federal no combate à pandemia e, ainda, pediram o impeachment de Bolsonaro.
Um caixão, que simbolizou a perda de mais de 520 mil pessoas mortas na pandemia, chamava a atenção de quem passava pela principal avenida do comércio central de Itabuna. Sobre o caixão, um cartaz sinalizava os 522 mil óbitos em decorrência da covid-19.
Durante a manifestação, participantes atribuíam ao presidente da República atos de omissão durante a pandemia e desrespeito às medidas de prevenção da covid-19, além de estímulo ao tratamento precoce.
Protesto reuniu associações de professores, estudantes e movimentos sociais || Foto Adriana Vieira/Pimenta

O sindicalista João Evangelista, um dos membros da Frente Brasil Popular, avalia como positivo o evento, considerado uma preparação para a manifestação nacional que ocorrerá no próximo dia 24 de julho.
“Fizemos um ato de última hora, hoje, motivados pelas novas denúncias e dados da CPI [da Pandemia], que mexeram com a sociedade”, diz João numa referência a acusação de prevaricação de Jair Bolsonaro feita por um aliado do próprio presidente da República.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário