Congresso avalia negociar fundo eleitoral bilionário com Bolsonaro em momento de menor pressão

O Congresso dificilmente conseguiria derrubar o veto em uma votação a toque de caixa, como ocorreu na semana passada

Foto: Alfredo Pedrosa

Thiago Resende , Ricardo Della Coletta , Daniel Carvalho e Washington Luiz
FolhaPress

Com receio do desgaste de uma nova votação para o aumento expressivo do fundo eleitoral, líderes de partidos avaliam manter eventual veto do presidente Jair Bolsonaro à previsão de R$ 5,7 bilhões para o financiamento de campanha. O Congresso dificilmente conseguiria derrubar o veto em uma votação a toque de caixa, como ocorreu na semana passada.
A tendência, portanto, é buscar um acordo com o governo para um valor intermediário. Um patamar citado por caciques partidários é o de R$ 4 bilhões —defendido por integrantes da base bolsonarista, como informou a coluna Painel, da Folha.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário