Apenas 38,6% do público-alvo foi vacinado contra a gripe no estado


Com baixa aderência em todo o país, a procura da vacinação contra a gripe na Bahia está com uma das taxas mais baixas do Brasil, conforme lista divulgada pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira. De um total de 5,1 milhões de doses da vacina Influenza enviadas ao estado para a campanha de vacinação, cerca de 2 milhões foram aplicadas, representando apenas 38,6% do público-alvo.
Diante deste cenário e da existência de vacinas nos estoques municipais, estaduais e federal, a Bahia, por meio da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) acatou a recomendação do Ministério da Saúde e determinou que seja ampliada a oferta da vacina contra influenza para toda a população a partir de 6 meses de idade.
A Sesab informou que a medida foi adotada em função de as coberturas vacinais nacionais, estaduais e municipais ainda estarem baixas e heterogêneas, o que pode levar a formação de bolsões de pessoas não vacinadas, favorecendo o aparecimento da doença e suas complicações, em especial nos grupos de maior risco.
De acordo com a coordenadora do Programa de Imunização da Sesab, Vânia Rebouças, “a vacinação contra a influenza prevenirá o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e consequente sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19”.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário