Suspeito de sequestrar, espancar e manter a namorada de 16 anos em cárcere privado é preso na BA

Um homem de 24 anos suspeito de sequestrar, agredir e manter a namorada de 16 anos em cárcere privado, foi preso após ação integrada entre equipes das Polícias Civil e Militar, na cidade de Capela do Alto Alegre, distante 235 quilômetros de Salvador.
Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o homem, que não teve a identidade revelada, foi encontrado após denúncia feita pela mãe da vítima, no início da tarde de terça-feira (1°).
De acordo com a SSP-BA, a mulher foi até a Delegacia Territorial (DT) de Capela do Alto Alegre, na tarde de segunda-feira (31), informar aos policiais sobre o desaparecimento da filha e o histórico de violência do homem.
O órgão de segurança informou que as equipes da PM encontraram uma moto que pertencia ao suspeito e foi usada no sequestro, em uma via de ligação entre o município e a cidade de Pintadas, próxima a Fazenda Coração de Jesus.
Por volta das 15h, os policiais receberam informações de moradores sobre a presença de uma garota andando desorientada, assustada e com marcas de agressão por todo o corpo. A vítima foi resgatada e levada para o Hospital São Lucas, em Capela do Alto Alegre, onde passou por cuidados médicos.
Após ser medicada e acalmada, a garota prestou depoimento e contou aos policiais que era agredida pelo ex-namorado com um pedaço de madeira. A SSP informou que a garota também contou que o suspeito a deixou escapar por medo de chamar a atenção de vizinhos da região. Por volta das 12h de terça-feira, os policiais civis receberam informações sobre o esconderijo do agressor e conseguiram prende-lo.
O suspeito foi autuado por lesão corporal, ameaça, tentativa de feminicídio e injúria, por causa das ameaças que ele enviava através de um aplicativo de mensagens. O homem foi encaminhado para a delegacia de Serrinha, onde aguarda decisão judicial.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário