Salles fatura R$ 1 milhão com transação imobiliária relâmpago em SP


Fonte: Crusoé

O ministro do Meio Ambiente comprou um apartamento por R$ 1,9 milhão e vendeu por R$ 2,95 milhões

Foto: Adriano Machado/Crusoé

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, faturou R$ 1 milhão com uma transação relâmpago de um imóvel em São Paulo, diz a Crusoé.
“Documentos obtidos por Crusoé junto a cartórios de registro de imóveis mostram que Salles comprou um apartamento de 172 metros quadrados em julho do ano passado pelo valor de 1,9 milhão de reais. A unidade fica no mesmo condomínio onde ele já possui um duplex, no bairro dos Jardins, região nobre da capital paulista.”
“Seis meses depois, em janeiro deste ano, Salles vendeu o mesmo imóvel pelo preço declarado de 2,95 milhões de reais para a empresária Cláudia Marques Scodro, ex-mulher do ex-deputado federal Sandro Mabel. O preço de um imóvel no mesmo condomínio varia entre 2,2 milhões e 3 milhões de reais, de acordo com anúncios publicados na internet.”
Ontem, a PGR pediu ao STF para investigar Salles por suspeita de advocacia administrativa. O ministro ainda é alvo de um inquérito no STF por suspeita de facilitar a exportação ilegal de madeira para os Estados Unidos.
O Coaf já detectou transações financeiras atípicas na conta do escritório de advocacia do ministro, que movimentou 14,1 milhões de reais entre 2012 e 2020. Leia mais aqui.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário