Para Queiroga, discussão sobre hidroxicloroquina é ‘lateral’ e não ajuda no enfrentamento à pandemia

Em depoimento à CPI da Covid, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga afirmou que a discussão em torno de medicamentos sem eficácia comprovada para o tratamento da Covid-19, como a hidroxicloroquina tem provocado grande divisão na classe médica e que seu papel é “harmonizar esse contexto”.
“A mim como ministro da saúde cabe harmonizar esse contexto para que tenhamos uma posição mais pacífica”, afirmou.
“Eu entendo que essas discussões são mais laterais e pouco contribuem para acabar com o caráter pandêmico. Como médico, entendo que o vai colocar fim ao caráter pandêmico dessa doença é a vacinação”, completou.

Julia Chaib e Renato Machado/Folhapress
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário