Oposição pede que Câmara e Senado declarem luto de sete dias pelas 500 mil mortes de Covid-19

Os presidentes da Câmara e do Senado, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), respectivamente, foram acionados para declarar luto por sete dias pelas 500 mil mortes por Covid-19.
O pedido foi feito por meio de ofício enviado por partidos de oposição. “Não são só números. Cada um ou cada uma que e foi era o amor de alguém”, diz o documento.
O ofício foi assinado pelo líder da minoria, Marcelo Freixo (PSOL-RJ), da oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), e pelas siglas PT, PSB, PDT, PSOL, PCdoB e Rede. Com informações da coluna Painel, da Folha.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário