Homem tem membros amputados após sofrer descarga elétrica em Salvador

Um homem, morador do bairro de Pernambués, em Salvador, teve três membros parcialmente amputados após sofrer uma descarga elétrica na cobertura de casa. O caso aconteceu na última quinta-feira (10) e nesta quinta (17) ele segue internado no Hospital Geral do Estado (HGE).
Viviane Vieira, esposa de Marcos dos Santos, de 44 anos, conta que o acidente aconteceu quando ele, que é vendedor ambulante, chegava do trabalho. Por causa do acidente, ele perdeu as duas mãos e os antebraços, e metade da perna direita. A perna esquerda está bastante queimada.
Marcos mora com a família em um prédio de quatro pavimentos. No térreo fica a residência da mãe dele; no primeiro andar ele vive com a esposa e a filha recém nascida; a irmã, o cunhado e o sobrinho de Marcos moram no terceiro pavimento. No último andar, a família tem uma cobertura.
Nesta cobertura, o cunhado e o sobrinho de Marcos trabalhavam na colocação de telhas de PVC. Viviane conta que os dois pediram ajuda para colocar um material de ferro, que seria usado para sustentar as telhas.
“Meu esposo tinha acabado de chegar do trabalho e foi ajudar. Ele nem chegou a colocar carrinho onde ele vende os lanches em casa e foi dar uma força ao cunhado. Na hora de puxar o ferro para colocar na cobertura, o cunhado e o sobrinho puxaram por uma corda e ele pegou no ferro”.
O ferro acabou encostando em um fio de alta tensão do poste. Por ser material condutor de eletricidade, Marcos acabou sofrendo a descarga elétrica. No hospital, Viviane foi informada de que a descarga de energia que atingiu Marcos foi de 13 mil volts.
O G1 entrou em contato com a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), que ficou de apurar a situação e a voltagem. Marcos teve queimaduras graves e foi socorrido de carro, com ajuda de moradores.
“Quem prestou socorro foi os moradores e um rapaz que mora aqui no bairro, que tem um taxi. O Samu foi chamado, mas demorou muito. Os vizinhos disseram que quando eles apareceram, vieram de moto. Eu não vi, porque já estava no hospital”.
Marcos passou por cirurgia e precisou fazer as amputações. O estado de saúde dele é estável e ele está consciente. Um dia antes do acidente, a filha mais nova do casal, uma bebê recém-nascida, completou um mês de vida.
“O filho mais velho está com ele. Eu tenho ido sempre ao hospital, mas não posso ficar para dormir, porque nossa neném é recém-nascida", conta Viviane.
"Ele está lutando, mas está muito abalado. Fica me dizendo: ‘Como vou cuidar de você? Como eu vou cuidar de nossa filha?’”.
Abalados, os amigos da vítima iniciaram uma campanha para arrecadar valores para ajudar no tratamento de Marcos e na alimentação da família, já que ele está internado e Viviane está cuidando da filha recém-nascida.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário