Fundo partidário bancou mais de 1 milhão em salários do presidente do Patriota e de familiares


Dinheiro do fundo partidário serviu para pagar o próprio salário de Adilson Barroso, de sua mulher e de mais 9 familiares

“As prestações de contas do Patriota relativas aos anos de 2017 a 2020 mostram que o presidente do partido, Adilson Barroso, destinou dinheiro público da legenda ao próprio bolso e para ao menos dez familiares, incluindo a atual mulher, a ex-mulher, irmãos, filha, cunhada e sobrinhos”, informa a Folha.
Ao todo, R$ 1,15 milhão do fundo partidário foi usado para pagar o salário do próprio Adilson e dos parentes, empregados na estrutura da legenda. Só no ano passado o presidente do Patriota recebeu uma remuneração partidária de R$ 225 mil, com um contracheque mensal de R$ 25 mil.
Em 2019, dinheiro do fundo partidário do Patriota foi usado para a aquisição de cinco carros, entre eles uma Mitsubishi Pajero Sport zero quilômetro, de R$ 260 mil. Ao todo, a sigla nanica desembolsou R$ 644 mil de verba pública na compra de carros naquele ano.
Como O Antagonista mostrou, Adilson Barroso, um político sem votos, criou seu próprio partido em 2012. Na última eleição, gastou mais R$ 1,2 milhão para eleger a filha vice-prefeita de Barrinha (SP) e mais cinco vereadores. Em janeiro, o município recebeu quase R$ 16 milhões em verbas extras do chamado Bolsolão.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário