Famílias reclamam da falta de fraldas fornecida pela prefeitura de Ilhéus

Moradores de Ilhéus reclamam da falta de fraldas para pacientes com problemas de saúde. Eles estão cadastrados para receber os produtos todo mês, mas segundo as famílias, o repasse feito pela prefeitura não está acontecendo.
Naiara Santos se dedica para cuidar do irmão, Ailton dos Santos, de 38 anos, que está acamado desde 2016.
"Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória devido a uma crise de asma. Nesse período, ele teve essa crise em São Paulo, e depois, em 2018, ele veio para cá", explicou Naiara Santos. Desde então, Ailton Santos precisa usar fraldas todos os dias. São cerca de 15 pacotes por mês.
A família do homem conseguiu 10 pacotes de fraldas por mês, depois que se cadastrou na prefeitura. Entretanto, desde abril, Naiara Santos não recebeu os produtos.
"Não consegui pegar em dezembro e nem em janeiro. Fevereiro e março eu consegui. Em abril e no mês passado também não. Quando eu e meu filho vamos buscar, eles falam que fez solicitação e que não tem previsão de chegar. Ou então eles dizem que não tem e não tem previsão de chegar", relatou.
Para suprir a falta das fraldas, Naiara tem contado com doações de amigos. Já Marcos Aurélio, que é paraplégico, não recebe as fraldas da prefeitura desde outubro. "Toda vez que eu fico sabendo que chegou, que a gente vai lá, eles dizem que não têm mais a numeração", afirmou.
Por causa da falta do recebimento das fraldas, Marcos Aurélio precisou apertar o orçamento do mês. A reportagem do G1 BA entrou em contato com a prefeitura de Ilhéus e aguarda posicionamento sobre o caso.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário