Copa América é inoportuna neste momento, diz presidente da Câmara

A Copa América é uma polêmica desnecessária neste momento, além de ser inoportuna, avaliou nesta terça-feira (1°) o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).
Em entrevista que não constava na agenda oficial, Lira falou à rádio 97 FM Natal, horas após o presidente Jair Bolsonaro defender a competição, que seria realizada em um momento em que o país registra mais de 460 mil mortos por Covid-19.
Após criticar a realização da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado, Lira foi perguntado sobre a possibilidade de o Brasil sediar a Copa América. Ele lembrou que sempre cobrou a compra de vacinas e de alternativas para combater a crise sanitária e afirmou que a vacinação é um problema mundial, com algumas exceções, como Israel.
Pressionado, disse que não falava sobre perspectivas e que, por enquanto, não havia nenhuma definição sobre o assunto. “Pelo que eu saiba, não tem batido o martelo”, afirmou. “Eu acho que é uma polêmica desnecessária neste momento, no sentido tanto de discutir quanto de fazê-la. É inoportuna”.
Lira ressaltou que a Copa América “não é uma competição de extrema necessidade para o futebol mundial”.
“Ela podia ter sido postergada para o final do ano, para o começo do ano que vem, ou até para o ano que vem. Eu acho que essa decisão deve ficar a cargo das pessoas que têm responsabilidade com isso, não é o caso do Parlamento. Mas eu acho que ela é inoportuna, sim, no momento em que a gente tem muitas dificuldades e custos para cumprir”.
Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro defendeu a Copa América e comparou o torneio a outras competições esportivas que ocorrem no país.
Ele ainda acusou a rede Globo de estar por trás das reações contra a organização do campeonato no Brasil, por conta de direitos de transmissão.
“No que depender de mim, todos os ministros —inclusive o da Saúde— já está acertado, haverá [Copa América no Brasil]. Protocolo é o mesmo da Libertadores, da Sul-Americana, é a mesma coisa”, disse Bolsonaro, ao sair do Palácio da Alvorada.
“Fui instado no dia de ontem pela CBF [Confederação Brasileira de Futebol], conversei com todos os ministros interessados; da nossa parte positivo. O que está havendo aqui? O movimento da Globo contrário, porque os direitos de transmissão são do SBT”, acrescentou.

Bolsonaro argumentou que outros torneios de futebol estão ocorrendo no Brasil.

“Está havendo jogo da Libertadores. Não está havendo também [jogos] da Sul Americana? Também não começa agora na sexta-feira (4) as eliminatórias da Copa do Mundo? Ninguém fala nada, problema nenhum. Por que quando se fala em Copa América querem questionar, que causa aglomeração, ajuda a espalhar o vírus etc? É pressão dessa imprensa chamada Globo aí, nada mais além disso”.
Na segunda (31), a Conmebol informou que a Copa América ocorreria no Brasil, após a desistência tanto da Colômbia como da Argentina. Os colombianos abriram mão do campeonato por conta dos protestos e da violência registrados nas ruas do país, enquanto que os argentinos alegaram o recrudescimento da pandemia da Covid.
O governo Bolsonaro foi criticado por concordar com a vinda da competição para o país, onde o coronavírus já deixou mais de 460 mil mortos.

Folhapress
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário