Sindicombustíveis afirma que abastecimento está ameaçado na Bahia

A parada técnica para manutenção de unidades da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) pode gerar problemas no abastecimento de combustíveis na Bahia. É nisso que acredita o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Estado (Sindicombustíveis). De acordo com o sindicato, até o próximo sábado o estoque pode zerar.
Presidente do Sindicato, Walter Tannus Freitas afirmou que a previsão de regularização do problema na RLAM é até o próximo sábado (22). A parada técnica para manutenção é um evento calendarizado na RLAM e paralisa as atividades de produção para que os equipamentos recebam cuidados.
A preocupação de Tannus é haver algum tipo de contratempo na parada, o que pode gerar um comprometimento no abastecimento dos combustíveis. “O problema da refinaria está no bombeio da gasolina, do diesel S10 e diesel S500 para as distribuidoras. Com a previsão de parada até sábado, existe o risco porque a capacidade de estoque dos postos é de dois dias”, explica.
A parada técnica para manutenção de unidades da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) pode gerar problemas no abastecimento de combustíveis na Bahia. É nisso que acredita o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Estado (Sindicombustíveis). De acordo com o sindicato, até o próximo sábado o estoque pode zerar.
Presidente do Sindicato, Walter Tannus Freitas afirmou que a previsão de regularização do problema na RLAM é até o próximo sábado (22). A parada técnica para manutenção é um evento calendarizado na RLAM e paralisa as atividades de produção para que os equipamentos recebam cuidados.
A preocupação de Tannus é haver algum tipo de contratempo na parada, o que pode gerar um comprometimento no abastecimento dos combustíveis. “O problema da refinaria está no bombeio da gasolina, do diesel S10 e diesel S500 para as distribuidoras. Com a previsão de parada até sábado, existe o risco porque a capacidade de estoque dos postos é de dois dias”, explica.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário