Ricardo Salles é investigado pela Justiça por aumento de R$ 7,4 mi em patrimônio

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, está sendo investigado pela Justiça de São Paulo por um aumento de R$ 7,4 milhões em patrimônio.

De acordo com o jornal ‘Folha S.Paulo’, o ministro, a mãe dele, Diva Carvalho de Aquino, e o escritório de advocacia do qual é sócio, tiveram os sigilos bancários e fiscal quebrados.
A apuração teve início após uma denúncia feita pela empresa Sppatrim Administração e Participações, de Luiz Eduardo Bottura, engenheiro e empresário que tem travado disputas com Salles nos últimos anos.
A Polícia Federal informou ao STF que foram encontradas operações financeiras suspeitas de Salles a partir do escritório durante o período que exerce o cargo de ministro na pasta de Meio Ambiente do governo Bolsonaro.
Segundo a publicação, entre 2012 e meados do ano passado, o escritório de advocacia movimentou R$ 14,1 milhões, mostrou um relatório do Coaf (Conselho de Controle das Atividades Financeiras) enviado ao STF.
Deste valor, cerca de R$ 2,8 milhões foram transferidos pelo escritório para a conta pessoal do ministro do Meio Ambiente entre 2012 e 2017.
Toda situação envolvendo Salles, que é alvo de inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) que envolve suspeitas sobre a movimentação financeira do escritório de advocacia, acontece em meio à suposta prática de crimes na exportação de madeira ilegal.
Em nota, a assessoria de imprensa do ministro rebateu as suspeitas de irregularidades. “A evolução patrimonial e seus honorários foram declarados pelo próprio ministro em seu Imposto de Renda, não havendo nenhuma irregularidade”, afirmou.
Quando se candidatou ao cargo de vereador em 2012, na época Salles declarou ter R$ 1,4 milhão em bens. Sem ser eleito, o ministro atuou como secretário particular de Alckimin de março de 2013 a dezembro de 2014. Em 2016 ele voltou ao governo como secretário de Meio Ambiente, e deixou o cargo em agosto de 2017.
Em 2018, numa tentativa de concorrer a vaga na Câmara dos Deputados pelo Partido Novo, Salles declarou um patrimônio de R$ 8.8 milhões.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário