Preso suspeito de matar médico na BA foi o amigo que registrou desaparecimento na delegacia

O suspeito de matar o médico Andrade Lopes Santana, de 32 anos, que estava desaparecido desde o dia 24 de maio, e foi encontrado amarrado a uma âncora, era o amigo da vítima, que registrou o desaparecimento na delegacia.
Segundo informações da delegacia, o suspeito também é médico e chegou a receber os familiares da vítima, que moram no Acre, quando eles chegaram na Bahia.
Ele não teve a identidade divulgada, e foi preso por equipes da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Feira) e da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Feira de Santana, enquanto estava em casa no bairro da Santa Mônica. A polícia informou que a motivação do crime está sendo apurada.
Ainda segundo a polícia, o suspeito e a vítima tinham combinado de andar de moto aquática. A versão apontada pelo colega de Andrade na delegacia era a de que o amigo tinha comentado que sairia para comprar a moto. Essa versão foi descartada.
Uma moto aquática foi encontrada no condomínio onde o suspeito foi preso, no início da tarde desta sexta, em Feira de Santana, a 100 km de Salvador.
A Polícia Civil confirmou que o corpo encontrado no Rio Jacuípe, em São Gonçalo dos Campos na manhã de sexta-feira (28), é do médico Andrade Lopes Santana.
O corpo de Andrade foi encontrado no Rio Jacuípe, amarrado a uma âncora. Até então, a polícia não tinha confirmado que era do médico, mas informou que o corpo tem características semelhantes à Andrade.

Desaparecimento

Andrade havia desaparecido na segunda-feira (24), depois de sair de Araci, a 220 km de Salvador, com destino a Feira de Santana. Natural do Acre, o médico se mudou para à Bahia em 2016, para exercer a medicina.
Ele saiu de casa sozinho, pouco depois de meio-dia de segunda, para comprar uma moto aquática e encontrar com um amigo, no Rio Jacuípe, em Feira de Santana. O amigo disse que ele chegou a enviar uma mensagem que dizia que tinha entrado na cidade. Desde então, não foi mais visto e nem deu notícias.
O veículo dirigido pelo médico foi achado por policiais rodoviários na região de Conceição do Jacuípe, na BR-101, no mesmo dia em que ele desapareceu. O carro estava ao lado de um barranco, trancado e sem marcas de acidente.
As informações foram dadas por amigos, que procuraram a polícia, pois o médico não tinha parentes na Bahia. O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Feira de Santana, pelo amigo de Andrade.
Na madrugada de quinta-feira (27), a mãe dele, Domitília Lopes, e mais seis pessoas da família, chegaram em Feira de Santana, para acompanhar as investigações sobre o desaparecimento do médico. G1/Bahia
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário