Polícia diz que dançarina foi morta a tiros na BA por causa de comentário em rede social

Extraído do Verdinho Itabuba

A dançarina Juciene Sampaio Bastos, de 24 anos, também conhecida como Juju Tempestade, teria sido morta a tiros por causa de um comentário feito em rede social sobre a morte de um jovem. A informação confirmada na sexta-feira (14) pelo titular da Delegacia de Homicídios (DH) de Feira de Santana, Rodolfo Faro. Ninguém foi preso até o momento.
'Não era bichão, nego? Tá vendo aí o final dos bichão onde é', escreveu Juju Tempestade. De acordo com o delegado, Brendo Brito dos Santos, de 24 anos, foi morto a tiros na última quarta-feira (12), na Rua Paulo Afonso, que fica no bairro Jardim Cruzeiro, em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador.
Segundo Faro, Brendo fazia parte de uma facção criminosa rival à que Juju, que tinha ligação com o tráfico de drogas, fazia parte. Na casa dela, foram encontradas 300 gramas de maconha, disse o delegado.
Conforme Rodolfo, Juju era da mesma facção de Brendo e recentemente mudou para outra, inimiga. 'Depois da morte de Brendo, ela fez comentários depreciativos sobre a morte dele e isso gerou acirrou a animosidade entre os dois grupos. Por isso, ela foi morta", explicou.
Na publicação, a dançarina disse que o jovem já havia ameaçado matar ela. 'Disse que ia me dá um tiro, em pai, lembro como hoje que ia me mostrar. Quem mostrou mesmo? Kkkkkkkk quem morreu primeiro? Isso mesmo: você', comentou.
Juciene Sampaio Bastos foi morta com cerca de 10 tiros na frente da casa onde morava, em Feira de Santana, na quinta-feira (13).
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário