ILHÉUS: VEREADOR LUCA LIMA TEM 10 DIAS PARA SE DEFENDER DA ACUSAÇÃO DE “RACHADINHA”

Vereador Luca Lima é acusado de “rachadinha”

Criada pela Câmara Municipal de Ilhéus para investigar a conduta do vereador Luca Lima (PSDB),a Comissão Processante iniciou os trabalhos para apuração de denúncias feitas por três ex-servidoras do gabinete do parlamentar. Lima é acusado de praticar “rachadinha” e utilizar servidores pagos com recursos públicos para funções em suas atividades empresariais.
A Câmara de Vereadores confirmou que Luca Lima já foi intimado e se apresentou à Comissão com seu advogado. Com isso, passou a ter um prazo de 10 dias para apresentar a sua defesa. A data-limite vence no próximo dia 27. A Comissão Processante é formada pelos vereadores Alzimário Belmonte, o Gurita (PSD); Augusto Cardoso (PT) e Éderjúnior dos Anjos (PSL).
De acordo com o vereador Gurita, após a entrega da defesa de Luca Lima, serão ouvidas as testemunhas de acusação e uma nova chance será dada ao parlamentar para se pronunciar. Só a partir deste trâmite é que a comissão emitirá um parecer, que vai à votação em plenário.

GRAVAÇÃO GERA CRÍTICAS

Na segunda-feira (17), uma gravação, supostamente com a fala do vereador, com críticas a colegas do Poder Legislativo, foi viralizada nas redes sociais. Após a repercussão, Luca Lima se manifestou dizendo que a gravação está fora de contexto.
O conteúdo do áudio não foi bem recebido pela Câmara e o vereador Paulo Carqueija (PSD) solicitou e foi atendido para que se apure a autoria da gravação e esta, caso confirmada ser do vereador Luca Lima, seja incluída nos autos do processo que corre na Comissão Processante.
O vice-presidente da Câmara, Fabrício Nascimento, confirmou que a Comissão Permanente de Ética e Decoro Parlamentar, da qual é integrante, vai investigar o conteúdo.
O presidente da Câmara, Jerbson Moraes (PSD), destacou a importância de que todos os procedimentos adotados pela Câmara estejam dentro do que estabelece a Lei Orgânica Municipal, para que não haja nenhum impedimento legal até a decisão dos vereadores sobre o destino do mandato de Luca Lima. O vereador acusado de quebra do decoro parlamentar não compareceu à sessão de terça-feira (18).

Fonte: Pimenta Blog
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário