Datena se irrita com brincadeira do Papa com brasileiros: ‘É Papa, mas não é Deus’

O apresentador José Luiz Datena não levou na esportiva a brincadeira feita pelo Papa Francisco na última quarta-feira (26), quando afirmou que o Brasil não tinha salvação por ser um país de “muita cachaça e pouca oração”.
Ao exibir a brincadeira feita pelo pontífice com um padre brasileiro que pedia a benção para o país, o apresentador se irritou e afirmou que o Vaticano era um local que roubava demais.
“Respondendo também ao Santo Padre, com todo respeito: Aí no Vaticano é muita oração e muito ladrão porque o que roubaram naquele banco do Vaticano não está no Gibi. Se nós tomamos muita cachaça e pouca oração, aí vocês rezam demais e roubam demais. Ele falou brincando, mas eu não estou brincando com negócio do ladrão”, disse.
Para Datena, religião não é algo que se deva brincar e disse que dessa forma ele perderia o respeito pelo Papa.
“Não pega bem. Não dá pra brincar com religião, ainda mais o Papa. O cara é o papa, mas não é Deus. Não pega legal esse tipo de brincadeira. Os caras já tratam tão mal os brasileiros. O senhor podia se desculpar com povo brasileiro, acho que ficaria melhor. Eu, como católico brasileiro, me sinto ofendido com essa brincadeira. Ele podia se conter com esse tipo de brincadeira, eu não acho legal”, afirmou Datena.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário