CPI da Covid: oposição pretende aprovar quebra de sigilo bancário de Fabio Wajngarten

Após ouvir todos os ex-ministros da Saúde de Jair Bolsonaro, a CPI da Covid deve ter duas semanas menos tensas em relação às oitivas, segundo a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.
De acordo com a publicação, a maior expectativa é sobre os depoimentos de Mayra Pinheiro, mais conhecida como capitã cloroquina, e de Elcio Franco, ex-secretário-executivo da Saúde. Os outros depoentes devem ser especialistas que não ocuparam cargos.
A ideia da oposição é usar esse período para aprovar as quebras de sigilo bancário, como a de Fabio Wajngarten.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário