Ausência de Bruno Henrique abre espaço para Ceni dar mais minutos a Gabigol e Pedro no Flamengo

Na quinta-feira, pela rodada final da fase de grupos da Libertadores, o Flamengo enfrenta o Vélez Sarsfield, da Argentina, sem Bruno Henrique, suspenso pelo terceiro cartão amarelo

Outrora questionado por não usar Pedro e Gabigol ao mesmo tempo, Rogério Ceni já mostrou que, em 2021, vai contar com os dois centroavantes em ação. Apesar disso, as oportunidades ainda não foram muitas: a dupla iniciou apenas três jogos – dois contra o Volta Redonda, pelo Carioca, e um contra a LDU (EQU).
Nesta quinta, contra o Vélez Sarsfield (ARG), na rodada final da fase de grupos da Libertadores, a ausência de Bruno Henrique, suspenso, pode dar mais uma chance. A partida no Maracanã, às 21h, terá transmissão em tempo real do L!.
Bastidores do Flamengo na final do Carioca de 2021 contra o Fluminense
Confira os bastidores da vitória do Flamengo por 3 a 1 sobre o Fluminense, responsável por garantir o tricampeonato carioca ao Rubro-Negro em 2021.

A DUPLA EM AÇÃO EM 2021
Ao assumir o comando do time em novembro, em meio à decisões na Copa do Brasil e Libertadores, e disputar uma maratona de jogos do Brasileirão até fevereiro, Ceni, ao longo da última temporada, não utilizou Pedro e Gabigol juntos, ora por incompatibilidade ora falta de tempo para treinar a formação.
Já em 2021, o treinador já mostrou que a utilização da dupla está entre as opções. Além dos eventuais jogos que Pedro saiu do banco e atuou com Gabi, os dois iniciaram três partidas juntos em 2021. A primeira foi contra o Volta Redonda, na vitória por 2 a 1 na fase de grupos do Carioca. Os dois atuaram por 71 minutos, até que o camisa 9 foi substituído por Bruno Henrique. Sem gols ou assistências, ambos interagiram 11 vezes no jogo, segundo o Footstats.
Contra o mesmo adversário, mas já pela segunda partida da semifinal, Pedro e Gabigol ficaram em campo até o fim e foram muito mais participativos. O primeiro deu uma assistência para o camisa 9, que marcou três na vitória por 4 a 1. Ao todo, os dois trocaram sete passes ou lançamentos entre si na partida.
Já na última quarta-feira, no empate em 2 a 2 com a LDU, a atuação da dupla (e do time como um todo) foi prejudicada pela expulsão de Willian Arão ainda aos 15 minutos da primeira etapa. Gabi acabou substituído no intervalo. Atuando mais aberto enquanto esteve em campo, viu Pedro abrir o placar, por sua vez.

PEDRO GARANTE ENTROSAMENTO COM GABI

Após a partida com a LDU, que garantiu o Flamengo nas oitavas de final da Libertadores com uma rodada de antecedência, Pedro concedeu entrevista e garantiu o entrosamento com o parceiro de ataque dentro e fora de campo.
– Estou me sentindo muito bem com o Gabi dentro de campo. Confortável no dia a dia. Nos jogos, a gente sempre conversa sobre movimentação lá na frente, temos nos encaixado bem, como foi no primeiro tempo. Tenho me sentido confortável com ele e sinto que ele também está comigo. Cada vez temos treinado mais para crescer e evoluir – afirmou Pedro, vice-artilheiro do Flamengo na atual temporada, com oito gols, atrás de Gabigol, que soma 15.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário