O Top 5 da Bancada do Silêncio na Câmara de Itabuna


Acompanho a Câmara de Itabuna há mais de 10 anos. Vi passar por lá vários vereadores bons, que fizeram história e outros que não fazem falta. Hoje, a ausência de som toma conta de parte dos eleitos.
Quando digo que há uma Bancada do Silêncio, não quero crucificar nenhum vereador, mas chamar atenção, já que a partir do momento em que você torna-se candidato e vence uma eleição, toma para si a responsabilidade de representar o cidadão de Itabuna, portanto, você está sujeito à críticas.
Nossa cidade discute política o tempo inteiro e eu tenho acompanhado que muitos edis, embora novos, precisam dar uma resposta a população. Neste momento não cabe mais vereadores de silêncio e devem fazer mais do que dizer sim ou ‘amém’.
O vereador Dando Leone (PDT), por exemplo, é responsável pela oração de início de cada sessão. No Brasil, onde o Estado é laico, essa oração, respeitando todas as religiões, não deveria acontecer. Não pode ficar a cargo de apenas um vereador ser a ‘voz de Deus’ na Câmara.
Outro exemplo é Piçarra (Solidariedade), que tentou tantas vezes ser vereador em outras eleições, não deveria perder a oportunidade de atuar e falar na Câmara, chamar atenção para os problemas da sociedade.
O vereador Danilo Nova Itabuna (PSL), é sempre polêmico nas ruas e nos bastidores, mas no plenário não participa das discussões, num silêncio sepulcral.
Finalizando a lista, temos Kaiá da Saúde (Avante) e Adão Lima (PSB), ambos com histórico de ajudar suas comunidades, mas na política tem sido muito menores do que poderiam ser.

Andreyver Lima é comentarista político no Jornal Interativa News 93,7FM, âncora do Café iPolítica e editor do site sejailimitado.com.br
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário