‘Não vou ser um Deltan Dallagnol’, dirá Renan Calheiros na posse da CPI da Covid

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) está preparando um discurso para quando tomar posse como relator da CPI da Covid, na terça (27). Atacado por apoiadores de Jair Bolsonaro, que fizeram um movimento para impedi-lo de exercer a função, ele afirmará que o governo não tem que se preocupar tanto com a sua atuação nas investigações.
“Não vou ser um Deltan Dallagnol”, afirmará Renan no discurso inaugural, fazendo referência ao procurador que comandou a Lava Jato em Curitiba. “O presidente [Bolsonaro] não vai ficar no centro de nenhum powerpoint. Não haverá forças tarefas. No futuro, não quero ser condenado por ter sido parcial”, seguirá, segundo interlocutores que tiveram acesso ao texto.
Em 2016, Deltan Dallagnol e integrantes da Lava Jato usaram um powerpoint em que colocavam Lula no centro de uma organização criminosa. A apresentação foi criticada até mesmo por apoiadores da operação. O procurador chegou a ser alvo de um processo disciplinar, que foi arquivado porque prescreveu.
Já a referência à condenação por parcialidade é clara: na quinta (22), o STF (Supremo Tribunal Federal) manteve julgamento em que Sergio Moro foi considerado suspeito nos casos em que atuou contra Lula.

Mônica Bergamo/Folhapress
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário