Ministério prepara concessão dos trechos 2 e 3 da Fiol; primeira etapa, entre Ilhéus e Caetité, vai a leilão nesta quinta-feira (08)

O governo federal vai ofertar nesta quinta-feira (08) a subconcessão para a conclusão e operação por 35 anos do trecho 1, entre Ilhéus e Caetité, da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol). O pregão está marcado para as 14hs, na bolsa de valores B3. O acesso ao local será restrito, em virtude da pandemia. O canal da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no youtube transmitirá o leilão.
Em nota, o Ministério de Infraestrutura atualizou algumas informações sobre os trechos entre Caetité e Barreiras, com obras em andamento, e Barreiras a Figueirópolis (TO), “que aguarda licença de instalação por parte do Ibama”. Este corredor terá no total 1537 quiômetros, ligando o litoral baiano à Ferrovia Norte Sul.
Outro projeto visa conectar a Fiol à Ferrovia da Integração Centro Oeste (Fico) – via que partirá da Norte Sul e seguirá atá o município de Lucas do Rio Verde (MT). Na segunda-feira (5), foi firmada uma parceria com o Banco Mundial visando o apoio técnico e financeiro no trecho 3 da Fiol e na segunda etapa da Fico. Se o projeto for bem-sucedido, Ilhéus será ligado até o município mato-grossense.
O vencedor do certame desta quinta ficará responsável por um investimento de R$ 3,3 bilhões, dos quais R$ 1,6 bilhão para a finalização do trecho.A concessão tem a previsão de criar 55 mil empregos.
Segundo o ministério, a ligação Ilhéus-Caetité deve começar a operar em 2025, com um volume inicial de mais de 18 milhões de toneladas de carga, principalmente minério. A operação inicial já deve contar com pelo menos 16 locomotivas e mais de 1.400 vagões – pelo menos, 1.100 destinados apenas para o escoamento de minério de ferro.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário