Justiça determina quebra de sigilo de 49 perfis acusados de atacar Erika Hilton

A Justiça de São Paulo acatou pedido e determinou a quebra de sigilo de 49 perfis no Twitter e no Facebook suspeitos de promover ataques contra a vereadora Erika Hilton (PSOL-SP).
A ação movida pela psolista pedia a quebra de sigilo de 50 contas, mas uma delas não foi localizada. Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha, um dos perfis acusados chegou a visitar o gabinete da vereadora em janeiro.
Após investigação da Polícia Civil, ele, que se identificou com “garçom reaça”, foi enquadrado pela Lei das Contravenções Penais, que versa sobre molestar alguém ou perturbar a tranquilidade.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário