Bahia completa três meses de vacinação com processo lento e 13,66% da população imunizada

A Bahia completou na segunda-feira (19) três meses do início da vacinação contra a Covid-19. Desde então, foram 2.038.291 baianos imunizados com a primeira dose, o que corresponde a 13,66% da população, em uma média de 22.647 aplicações por dia, de acordo com dados da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Quanto à segunda dose, aplicada a partir de 15 de fevereiro, foram 622.677 baianos imunizados, o equivalente a 4,17% da população.
Na comparação com os demais estados, a Bahia é o quinto do país e o segundo do Nordeste em porcentagem da população vacinada com a primeira dose. Os outros quatro estados que mais imunizaram, em termos proporcionais, são Rio Grande do Sul (16,97%), Mato Grosso do Sul (14,94%), Espírito Santo (14,60%) e Paraíba (14,31%).
Quando se considera os dez municípios mais populosos da Bhia, Ilhéus, no sul do estado, tem a maior porcentagem de vacinados com a primeira dose, com 18,20%. Salvador vem logo em seguida, com 15,93% da população vacinada. Já o município com o menor índice é Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, onde 8,03% da população recebeu a primeira dose.
A cidade de Irecê, no centro-norte baiano, é a que menos aplicou doses da vacina contra a Covid-19. Embora tenha recebido 11.040 primeiras doses, o município aplicou apenas 3.677, o correspondente a 33,3% do total. Nas segundas doses, a situação é semelhante. Apenas 841 das 5.790 doses foram aplicadas, o equivalente a 14,5% do total. Irecê tem apenas 5% da população imunizada.
Ao longo desses três meses de vacinação, por diversas vezes o processo precisou ser interrompido devido à demora da chegada de novas doses para repor o estoque. Na semana passada, por exemplo, os postos de Salvador interromperam a aplicação da primeira dose por cinco dias seguidos, até o desembarque de um novo lote, que chegou na última sexta-feira (16).
As primeiras doses da CoronaVac, vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, foram aplicadas na Bahia em um ato simbólico realizado na sede das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), em Salvador, na manhã do dia 19 de janeiro. A enfermeira Maria Angélica de Carvalho Sobrinha, que atua no Instituto Couto Maia; o médico Uenderson Barbosa, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu); a indígena Deisiane Tuxá; e dona Lícia Pereira Santos, idosa que mora no Centro de Geriatria das Osid, foram os escolhidos para receber as primeiras aplicações.
Atualmente, além da CoronaVac, o estado aplica doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca, fabricada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). No total, foram 3.670.000 doses recebidas desde o dia 18 de janeiro, quando chegou a primeira remessa.

Porcentagem de vacinados nos dez municípios mais populosos

1 - Ilhéus - 18,20%
2 - Salvador - 15,93%
3 - Itabuna - 14,51%
4 - Vitória da Conquista - 13,20%
5 - Feira de Santana - 12,56%
6 - Teixeira de Freitas - 11,77%
7 - Lauro de Freitas - 11,43%
8 - Juazeiro - 10,84%
9 - Barreiras - 10,56%
10 - Camaçari - 8,03%
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário