PANCADA GRANDE SERÁ PROJETO PILOTO DE TURISMO COMUNITÁRIO EM ITACARÉ

Itacaré aposta em turismo comunitário e envolve secretários e assentados de Pancada Grande

O Assentamento Pancada Grande, na zona rural de Itacaré, será o local onde a Prefeitura vai iniciar o projeto piloto de Turismo de Base Comunitária (TBC) do município. A iniciativa é da Secretaria de Turismo e Cultura, com o apoio inicial das secretarias de Administração, Governo, Comunicação, Meio Ambiente e Agricultura e Pesca. Uma visita técnica foi realizada na manhã desta quinta-feira (18), no local, com a presença de secretários e técnicos do governo para a primeira reunião de planejamento com a participação de membros da diretoria da Associação.
A equipe visitou várias áreas do Assentamento, dentre elas a Cachoeira, a Casa de Farinha, e trilhas da vegetação nativa da Mata Atlântica e do sistema agroflorestal cacau-cabruca. Além disso, o posto de saúde, escola e outros equipamentos de apoio também foram visitados. O objetivo do projeto, segundo o secretário municipal de Turismo e Cultura, Jorge Ávila, é melhorar a qualidade de vida do assentado por meio do turismo rural, considerando que “Itacaré e Taboquinhas têm potenciais que precisamos explorar”.
“No Assentamento Pancada Grande devemos levar em consideração a experiência de vida, a gastronomia e os saberes e fazeres desses agricultores familiares. É uma missão que nos foi oferecida pelo prefeito e avançaremos nessa pauta com certeza”, destacou Jorge Ávila. Para o diretor do Assentamento Pancada Grande, José Alves (Bubu), diz que o turismo comunitário abre novas perspectivas. “Essa é uma vontade da nossa comunidade: organizar o turismo de base comunitária, com a ajuda do prefeito Antônio de Anízio. Estamos confiantes”, disse ele.
Secretários municipais e lideranças de assentados discutem proposta de turismo comunitário

O secretário de Agricultura e Pesca, Luís Fabiano, explicou que a ideia de Turismo de Base Comunitária é envolver toda a comunidade, principalmente jovens e mulheres que certamente serão os parceiros coletivos do empreendimento. “No projeto, que ainda está sendo formatado, identificamos que tudo que será oferecido ao turista vai ser produzido na própria comunidade”, informou o secretário.
Já o assentado Antônio de Jesus disse que o projeto é importante, pois os pais terão a preocupação de dar, aos filhos, a oportunidade de permanecer na zona rural. “Eles vão se interessar por conta da geração de trabalho e renda”, argumentou.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário