MP E DEFENSORIA VÃO À JUSTIÇA PARA FECHAR ACADEMIAS EM CRUZ DAS ALMAS

Ação pede que Prefeitura de Cruz das Almas revogue decreto municipal

O Ministério Público e a Defensoria Pública do Estado da Bahia pediram que a Justiça obrigue o município de Cruz das Almas a cumprir integralmente as medidas de restrição social impostas a todos os municípios da Bahia pelo governo estadual e a revogar imediatamente a autorização para funcionamento de academias.
O MP e a Defensoria pedem a revogação do decreto municipal 278 de 2021, assinado pelo prefeito Ednaldo Ribeiro (Republicanos) para autorizar o funcionamento das academias com a limitação da capacidade máxima de 30%. O decreto do estado proíbe a abertura desse tipo de estabelecimento até a próxima segunda-feira (29).
Ao iniciar o processo, órgãos também levaram em conta a pressão da pandemia de Covid-19 sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), com ocupação alta dos leitos de terapia intensiva para tratamento da doença na macrorregião Leste de Saúde, que abrange o município de Cruz das Almas e, no último sábado (20), tinha 203 pessoas à espera de vaga em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário