Mototaxista é vítima de latrocínio em Jequié

Um mototaxista, popularmente conhecido como Juninho, foi assassinado a tiros, na manhã de sexta-feira (26), em Jequié. O trabalhador estava em um ponto de mototáxi ,localizado na Av. Lomanto Júnior, quando um indivíduo solicitou uma corrida.
No bairro Jardim Amaralina, o criminoso sacou uma arma de fogo da cintura e anunciou o assalto. Ele subtraiu a moto da vítima e, antes de fugir, deflagrou um tiro que atingiu o pescoço de Juninho, que morreu na hora.
Internautas relataram Juninho teria reagido, informação que não é oficial, ainda. Câmeras de segurança podem ajudar o trabalho da polícia na identificação do criminoso e nas circunstâncias em que o latrocínio aconteceu.
Alguns metros à frente, a moto, que tinha alarme de segurança, foi abandonada pelo assaltante, que seguiu fuga à pé. Diligências estão ocorrendo para prender o bandido.
Juninho era bastante conhecido em Jequié, muito querido pela comunidade. Foi funcionário da Embasa por muitos anos, e também, frentista e vendedor. O crime causou grande comoção naquela cidade.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário