Ministério da Saúde libera R$ 3,7 milhões para custeio de UTIs na Bahia

O Ministério da Saúde repassará à Bahia R$ 3.792.000, montante destinado ao financiamento de 79 novos leitos de UTI para tratamento de Covid-19 no estado. O valor, que será dividido entre Salvador, Jequié e Ilhéus, corresponde a 90 dias de custeio, com possibilidade de renovação posterior.
À beira do colapso em seu sistema de saúde, a capital receberá R$ 1.440.000 pela abertura de 30 leitos extras — serão R$ 960.000 para o Hospital Sagrada Família e R$ 480.000 para o Hospital Municipal.
Entre os municípios do interior, Ilhéus ficará com R$ 960.000 para bancar 20 leitos de UTI no Hospital Regional da Costa do Cacau.
A portaria que libera um total de R$ 188,2 milhões em aportes para 21 estados foi assinada na sexta-feira (12) pelo ministro Eduardo Pazuello, após governadores cobrarem, em carta, apoio do governo federal para evitar “colapso total” dos sistemas de saúde.
Ao todo, foram autorizados o financiamento de 3.965 novos leitos de UTI. Nem todos os gestores que assinaram a carta, entretanto, receberão leitos —ficaram de fora os estados do Acre, Amapá, Distrito Federal e Pará.
No fim de fevereiro, a ministra Rosa Weber, do STF (Supremo Tribunal Federal), já havia determinado que o Ministério da Saúde voltasse a custear leitos de UTI para pacientes com Covid-19 nos estados da Bahia, Maranhão e São Paulo. A decisão atendeu a ações ajuizadas pelos respectivos estados, os quais argumentaram que a pasta deixou, progressivamente, de pagar pela manutenção de milhares de leitos pelo país.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário