FRENTE NA ALBA DEFENDE ENQUADRAR LOJAS DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO COMO ESSENCIAIS

Presidente da Frente Parlamentar do Setor Produtivo da Bahia, o deputado estadual Eduardo Salles (PP) participou de audiência na segunda-feira (8) com o vice-governador e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, João Leão, para tratar sobre a importância de enquadrar, no decreto estadual, as lojas de produtos agropecuários e afins e as de materiais de construção como setores essenciais, evitando o fechamento desses estabelecimentos no momento de maior restrição do comércio como forma de diminuir a disseminação do novo coronavírus.
João Leão e Eduardo Salles conversaram por telefone com o chefe em exercício da Casa Civil, Carlos Melo, que explicou a ambos a decisão do governo estadual de deixar a cargo de cada uma das prefeituras a definição sobre o funcionamento das lojas de produtos agropecuários e de material de construção durante o período de medidas restritivas.
“As lojas de produtos agropecuários comercializam rações e medicamentos em diversos municípios do Estado. Elas atuam como verdadeiros supermercados e farmácias necessários à manutenção dos rebanhos e à produção da lavoura. A agropecuária não pode parar, porque precisa suprir as necessidades da população”, alerta o deputado.
“Precisamos garantir também o enquadramento como essencial das lojas de material de construção, porque problemas elétricos, hidráulicos e estruturais não têm hora para acontecer. Esses estabelecimentos também comercializam produtos de limpeza necessários para a sanitização, fundamental para combater a disseminação do novo coronavírus”, acrescenta o parlamentar.
Eduardo Salles prometeu, junto com o vice-presidente da Frente Parlamentar, o deputado estadual Tiago Correia, tratar do assunto na UPB (União dos Municípios da Bahia), e o prefeito de Salvador, Bruno Reis, para que os decretos municipais garantam o funcionamento das lojas de produtos agropecuários e de material de construção.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário