MP-BA requer medidas para combater festas clandestinas durante Carnaval

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) quer adoção de medidas para combater festas clandestinas de Carnaval em Porto Seguro, no Sul de estado. O órgão quer a suspensão da realização de shows, festas ou qualquer evento festivo na cidade, público ou privado, nesse período programado para a folia de momo, independentemente do número de participantes.
O pedido foi feito no sábado (13) às Secretarias municipais de Saúde, de Meio Ambiente e de Transporte, à Coordenadoria de Vigilância Sanitária e aos comandantes da Companhia Independente de Proteção Ambiental (Cipa) e do 8º Batalhão de Polícia Militar de Porto Seguro.
A requisição dos promotores de Justiça Bruno Gontijo e Wallace de Barros se baseia em decreto estadual que determina a suspensão das festas carnavalescas em razão do aumento de casos de contaminação do novo coronavírus em todo o estado, cujo prazo de validade foi prorrogado na última sexta-feira (12).
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário