Ministério Público argentino investiga furto de 30 doses da vacina Sputnik V

O Ministério Público da Argentina começou a investigar, na segunda-feira (15), o furto de 30 doses da vacina Sputnik V que eram armazenadas em um hospital da província de Chubut, no sul do país.
Os frascos com o imunizante russo contra a Covid-19 desapareceram do Hospital Regional de Comodoro Rivadavia ainda no final de janeiro, mas apenas agora uma investigação formal foi aberta pelos agentes públicos.
A Argentina começou sua campanha de vacinação contra o coronavírus ainda no final do ano passado após a aprovação "em caráter de emergência" da vacina Sputnik V, pelo Ministério da Saúde.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário