Hoje crítico, PT era entusiasta da autonomia do BC no início do governo Lula

Antonio Palocci

O PT, que agora ataca a autonomia do Banco Central, foi entusiasta da ideia no começo do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Entre seus defensores estavam os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antonio Palocci, além de José Dirceu, da Casa Civil. Em 2003, a bancada federal na Câmara apoiou o projeto, que era parte do pacote do partido para se mostrar confiável ao mercado.
“O importante é discutir a autonomia administrativa do Banco Central”, disse Dirceu logo após a vitória de Lula, em 2002. O partido defendia o modelo inglês, em que a política econômica é decidida pelo governo e executada pelo BC de forma autônoma.
Agora, a oposição ao projeto acabou unindo o PT a um de seus maiores algozes, o ex-deputado Roberto Jefferson, delator do mensalão. Em rede social, o cacique do PTB disse que é contra “submeter nossa política monetária aos globalistas”.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário