COVID-19: AUGUSTO LEMBRA DRAMA PESSOAL PARA DEFENDER TOQUE DE RECOLHER E ISOLAMENTO


Prefeito fala de gravidade da pandemia e lembra momentos pessoais difíceis

O prefeito Augusto Castro postou foto em que aparece com imagem ao fundo que mostra quando saiu da UTI Covid, do Hospital Calixto Midlej Filho, no ano passado, para dizer que está assustado com o retorno, ainda mais forte, da pandemia do novo coronavírus. A postagem foi feita na rede social de vídeos e fotos Instagram.
– Essa foto representa o motivo de minha preocupação com a saúde de todos vocês, pois ela expõe (ao fundo) um dos momentos mais difíceis de minha vida! – escreveu.
Augusto foi o primeiro paciente internado em UTI Covid em Itabuna no início da pandemia em 2020. Ficou mais de 40 dias internado em leito de terapia intensiva. Ele deu entrada no Calixto Midlej no dia 24 de março do ano passado, após sentir desconforto. Já no outro dia, foi parar na UTI, de onde saiu apenas em 5 de maio.
– Ainda no início de todo esse cenário em nosso país, eu senti na pele a agressividade desse vírus. Minha família sentiu junto, meus amigos sofreram – afirmou ele, que, dois meses depois de receber alta médica, perdeu a mãe, dona Mariana, de 78 anos, para a doença.
Na sequência, o prefeito escreveu que “toque de recolher, para muitos, é uma alternativa ineficaz ou tardia”. E opinião: “mas não”, completando que “essa foi uma das melhores alternativas encontradas pelas autoridades. Se cuidem enquanto podem. FIQUEM EM CASA!”.
Nesta terça, o prefeito participou de maratona de entrevistas para falar de medidas contra a covid-19, dentre as quais abertura de 15 leitos clínicos e 5 de UTI para vítimas da Covid-19 no Hospital de Base, além de outros 10 no Calixto Midlej Filho (Santa Casa de Misericórdia). Também afirmou que está licitando cerca de 4 mil cestas básicas para famílias que perderam o sustento durante a pandemia. Continue lendo AQUI
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário