Chile tem protestos violentos após morte de artista de rua pela polícia

Prédios públicos de Panguipulli, na região mapuche no sul do Chile, foram incendiados na noite de sexta-feira (05) em protesto contra a morte de um artista de rua por um policial. As informações são da RFI.
O artista foi morto a tiros à queima roupa, em uma abordagem pela verificação de seus documentos de identidade. O vídeo da violenta ação policial viralizou e mostram um dos agentes que atira, primeiro, em seus pés e depois, em seu peito. O jovem morreu na hora.
A polícia alegou "legítima defesa", afirmando que o artista estava armado com um sabre. No entanto, várias testemunhas da cena garantem que ele carregava espadas de circo, cujas lâminas são cegas para evitar qualquer risco de ferir as pessoas.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário