ACM Neto atua para que crise no DEM não afaste Huck, considerado presidenciável

O presidente do DEM, ACM Neto, passou o fim de semana numa ofensiva para evitar que a crise na legenda afaste Luciano Huck, visto como opção presidencial do partido.
Por telefone, disse que não pode descartar já o apoio a Jair Bolsonaro em 2022 por respeito à ala da sigla que defende o presidente.
O ex-prefeito de Salvador (BA) frisou, porém, que prefere não apoiar a reeleição, segundo pessoas próximas ao político e a Huck. Por enquanto, a articulação fez efeito. O apresentador de TV não descartou se filiar ao antigo PFL.
Agora desafeto de ACM Neto, o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia também procurou Huck no fim de semana e buscou convencê-lo a se distanciar do DEM.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário