Sarau do fim do mundo acontecerá em Ilhéus, em fevereiro

O cenário musical do Litoral Sul da Bahia vem se destacando nos últimos anos através de novos compositores, músicos e intérpretes que se dedicam a pesquisar a música em suas diversas vertentes. Assim, em fevereiro de 2021 acontece a versão virtual do Sarau do Fim do Mundo, um festival de música que apresenta compositores, músicos, instrumentistas de Ilhéus e Itabuna que trazem, além de suas músicas, um questionamento: o que fazer às vésperas do apocalipse? 
Do samba ao rap, do MPB ao soul, do rock ao reggae, trata-se de um registro histórico da música atual do sul da Bahia, apresentando a diversidade musical da região. Direcionado para todos os públicos, o Sarau do Fim do Mundo tem o objetivo de reunir, em ambiente virtual, expressões da música baiana em atividade, com apresentações solo, transmitidas em isolamento social, retratando a diversidade da produção regional. 
O evento contará com mais de 40 músicos convidados, e serão realizados bate-papos ao vivo seguidos da exibição de videoclipes desses artistas. São 4 edições entre 6 e 27 de fevereiro, sempre aos sábados, às 19 horas. Outro aspecto desse projeto é o fato de todos os participantes se apresentarem com canções autorais. Afinal, se já não é uma tarefa simples a de compor, mais difícil ainda é difundir as composições. 
Em geral, as emissoras de rádio e tv dão espaço a compositores e intérpretes consagrados. É fundamental a criação de espaços onde compositores e intérpretes possam compartilhar sua produção. Se apresentarão 4 artistas ou grupos por noite, e abrindo a primeira edição, no dia 6 de fevereiro se apresentarão os músicos Dr. Imbira, Brena Gonçalves, Ismera Rock e Billyfat Mc. 
No dia 13 é a vez de Gabriela Maja, Zezo Maltez & Victor Santana, PH do Acordeon e Mulheres em Domínio Público. Dia 20 se apresentam Lab da Mata, Eloah Monteiro, Brisa & Mither e Ayam Ubráis Barco. Por fim, no dia 27 quem desfecha o evento é Circo da Lua, Herval Lemos, Rao e Cjay. Com curadoria e apresentação do músico, multi-instrumentista e compositor Cabeça Isidoro, que também é o proponente do projeto e membro do Teatro Popular de Ilhéus, o Sarau ainda propõe que os músicos da nossa região promovam o debate sobre a produção musical no contexto da pandemia. 
A transmissão do evento será feita de forma inteiramente gratuita através do canal do Teatro Popular de Ilhéus no Youtube através do link www.youtube.com/teatropopulardeilheus. Além disso, após as apresentações ao vivo, a gravação ficará disponível para acesso posterior. O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário